Interact - Gestão de Negócios

O GOLPE DO CÓDIGO DE BARRAS DO CARTÃO DE CRÉDITO


Sócios da Clínica ou Consultório passam às suas secretárias ou ao setor financeiro suas contas de cartão de crédito para serem pagas. A própria Clínica pode ter um cartão de crédito de uso corporativo.

O golpe consiste em colar o código de barras da fatura do cartão de crédito do fraudador em cima do código de barras original do cartão do sócio ou da clínica. Desta forma apesar da fatura do cartão ter a compensação bancária impressa, a fatura original permanece sem pagamento.

Sócios da Clínica ou Consultório passam às suas secretárias ou ao setor financeiro suas faturas de cartão de crédito – pessoal ou de uso corporativo – para serem pagas. Assim, o valor pago acaba sendo do cartão do fraudador e não o da clínica ou do sócio.

COMENTÁRIO DA ESPECIALISTA:
Um caminho para se evitar esse tipo de fraude é que as contas particulares sejam ao menos conferidas pelo sócio: antes do pagamento para verificar se as despesas do cartão estão corretas e após o pagamento para ver se o valor quitado está coerente com o valor cobrado.

No caso do cartão corporativo algumas medidas devem ser tomadas para evitar a fraude:

  • Conferência das faturas mensais do cartão. Verificar se o valor pago no mês anterior foi creditado, e se os valores são consistentes: o que foi pago e o que foi creditado;
  • Lançar no fluxo de caixa o valor da cobrança do cartão. Caso não haja um fluxo de caixa, pelo menos nos controles financeiros de pagamentos a serem feitos;
  • No preparo dos documentos a serem enviados ao banco, conferir todas as contas a serem pagas, inclusive fechando o total a ser pago. Assim, fazer a conferência no retorno da documentação após a ida ao banco ou lançamentos realizados no Internet Banking;
  • Conferir todos os documentos pagos – se há quitação pelo banco ou impressão do comprovante de pagamento feito pelo Internet Banking. Verificar o valor pago e o valor originalmente cobrado. Se houver divergências procurar a origem do problema;
  • Enviar todos os documentos para a contabilidade fazer seu trabalho de verificação de correção dos lançamentos e pagamentos.